11 de outubro de 2017

Paris - O roteiro

Paris: o roteiro do meu fim‑de‑semana, desta vez sem crianças.
Perdi a festa da Vogue e um belo fim‑de‑semana de verão em Portugal, mas fui surpreendida pelo J
com estes dias em Paris para comemorar o meu aniversário, a dois.♥
Para domingo à noite, quase directa do aeroporto, ficou o jantar em Lisboa com uma grupeta de amigos e segunda-feira novamente bolo e velas com a família.
Em resumo, comecei a soprar velas na sexta-feira, 6 Out, no hotel Costes em Paris, depois no Domingo, já em Lisboa, no Vela Latina, com amigos e terminei na segunda-feira, dia 9 a festejar com a família em casa. Ufa! :)
1ª bolo - um cheesecake improvisado com uma vela
2ª bolo - Tartine
3ª bolo - Brigadeirando
Todos absolutamente divinais!
A Tartine e a Brigadeirando vão estar nesta edição do Mercadito Blog da Carlota - Christmas Preview e valem muito uma visitinha gourmet ;)
Na verdade fui mostrando tudo no meu instagram/stories e muitos foram os que acompanharam estes dias, por isso ainda pensei deixar os registos só por lá, mas entretanto muitas pessoas pediram para sintetizar aqui no blog as minhas dicas/ roteiro e por isso aqui fica.
Para mais tarde recordar estes dias TÃO BONS!

Paris é uma cidade linda, inspiradora, perfeita para passear e para apreciar tudo, as ruas, as fachadas dos edifícios, as cores, ver pessoas bonitas e cheias de estilo, as lojas, os cafezinhos, os monumentos, o bom gosto espalhado por todo o lado!
Voltei super inspirada com a moda, as tendências - vi zero botas brancas nas ruas :) - e o street style.
O tempo já estava bastante frio e os dias cinzentos - nada a ver com Lisboa - excepto o "meu" dia 6.
Paris acordou radiante, cheio de sol e uma máxima de 19ºC. De encomenda! :)




Place Vendome

Exposição 'Christian Dior, Designer of Dreams' que recomendo vivamente!
no 'Musée des Arts Décoratifs'


Cafe De Flore, um clássico e onde tive a sorte de lanchar na mesa ao lado
de Karl Lagerfeld.

Champanhe 'all day long' :) e jantar de aniversário no Hotel Costes.


Almoços:
Brebant
Restaurante do Bon Marché
Pink Mama

Pequenos almoços ou lanche na MERCI. Adoro.
Outra paragem obrigatória.

Ainda na loja Merci.


E na mesma rua, outra paragem obrigatória, a pensar nos mais pequenos - BONTON.
(já mostrei esta loja na nossa última ida em família)


GOYARD, uma marca francesa, fundada em 1853, que é quase impossível comprar online.
Sempre com filas à porta, do outro lado da rua.


O segundo look vem já a seguir.
Espero que gostem das dicas! 
E boa viagem para quem vai em breve ;)

Sempre por aqui em Instagram @Feferreiravelez


24 comentários:

  1. Parabéns :) Fui acompanhando o seu fds no stories e fiquei cheia de inveja boa ;) estou consigo nas botas brancas, que pavor, a menos que seja para ir de pretty woman no carnaval (e mesmo assim...), NÃO! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, acho que ninguém no seu perfeito juízo compra/usa botas brancas!!

      Eliminar
    2. A mim até podia vir o papa de botas brancas que não me convenciam. Mas há sempre cabecinhas ocas, que por A ou B virem fazer figurinhas com elas, já acham que estão bem. Elegância é ter um estilo próprio, selecionar o que nos fica bem e não "apanhar" tudo o que ditam as modas.

      Eliminar
  2. A boquinha das botas brancas era desnecessária. A Fernanda tem um gosto excelente e um blog que tem vindo a crescer de uma maneira incrível nos últimos anos, e é tudo mérito seu. Não tem necessidade de deitar as outras abaixo, acho que lhe fica mal.

    Tirando isso, post excelente, deixou-me com imensa vontade de voltar a Paris.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Amélia. E não é mesmo uma "boquinha" para ninguém. Apenas um comentário à moda das botas/sapatos brancos. Eles estão nas lojas, em alguns desfiles, semanas da moda. Mas eu acho muito feio! Lá por ser "moda" não temos de ser escravas, ou temos? Eu prefiro sempre adoptar as tendências sim, mas sem perder a minha identidade. Para mim ter estilo é isso, não é ser uma escrava das tendências, só porque sim. Ou pq alguem diz que agora é moda. E botas brancas para mim BIG NO, não gosto. Comentei apenas que não vi ninguém em Paris (centro da moda) passar por mim na rua com elas... É só isto. Se este blog é meu, acho que posso expressar o meu gosto pessoal sem ofender ninguém! Repito, quem gostar que use! :)

      Eliminar
    2. Fernanda, nem precisa justificar. O que seria não poder manifestar se gosta ou não de alguma coisa. A maldade está nos olhos de quem lê. Já vi bloggers de botas brancas e nem percebo como alguém pode comentar que acha aquilo bonito. Isso é que me parece surreal. Acho que ao dizer que não gosta de sapatos brancos só reafirma a sua elegância, classe e bom gosto. Está claro como água.

      Eliminar
  3. os preços do hotel são para gente rica e não para pessoas "normais".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São caros sim, mas em Paris encontra preços bem mais acessíveis em hotéis menos sofisticados. Há de tudo em Paris, para todas as bolsas.

      Eliminar
    2. NOTA: Eu não digo no post em que hotel fiquei. Digo que fui jantar ao Hotel Costes.

      Eliminar
    3. E se tivesse ficado? Eu tenciono ir a esse hotel quando voltar a Paris que já está na lista há muito tempo. O dinheiro é meu faço o que entender. Bjs Fernanda

      Eliminar
  4. É nestas coisas que se vê como é pouco inteligente. Imagine a quantidade de pessoas que gostam de botas brancas e a seguiam.. E eu nem gosto de botas brancas mas foi mesmo ao lado lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A anónima deve gostar de botas brancas, admita! Pela falta de educação que mostra. A Fernanda deve estar mesmo importada com as saloias que usam botas brancas deixem de vir aqui. Pior para elas que não aprendem com quem sabe ;)

      Eliminar
    2. Se calhar a Fernanda é tão seguida, PRECISAMENTE por ser genuína e dizer o que pensa. Tem um estilo próprio, com muita pinta. Isso sim é de louvar! Continue Fernanda, é dona de um estilo invejável e por isso mesmo ----- não ligue às invejosa :)
      Estão a imaginar a Luisa Beirão de botas brancas? Não. Claro que não! Para mim é outro mulherão sempre com imenso estilo (próprio).

      Eliminar
    3. Sim uma mulher que criou o que a Fernanda criou, que é constantemente referida na imprensa como empreendedora e caso de sucesso é claramente "pouco inteligente". Tenha paciência e noção do ridículo Anónima (21:10)

      Eliminar
  5. Não se vê ninguém com botas brancas em Paris e duvido que se vá ver muito em qualquer outra cidade. Novas são feias, imagine-se depois de uma ou duas utilizações...
    Vi na semana passada umas notas brancas em Madrid, numa miúda engraçada mas com um cheap look que lhe dava “pinta zero”.

    ResponderEliminar
  6. Eu usei botas brancas há uns 17 anos atrás - eu gostava muito das minhas, nada a ver com as que se usam agora - mas fazem-se amarelas e ficam super feias... à parte disso, e em relação à marca Goyard que é o motivo do meu comentário, consegue comprar online na Vestiare Collective. Aqui: https://www.vestiairecollective.com/

    ResponderEliminar
  7. A boca das saloias foi desnecessária... não tem mal nenhum sermos saloias, isso não quer dizer que não andemos bem arranjadas! Não compreendo porque usam este termo de forma depreciativa...

    ResponderEliminar
  8. Mira Duma (adoro-a) e Maria Guedes calçam botas brancas e eu acho que não perdem o estilo (delas). Já eu não gosto. Também não gosto dos Gucci (nem dos Mango que usou), mas gosto das ballerinas Gucci e Chanel. ;) Não temos de gostar de tudo e podemos mudar de gosto com o tempo. Adorei a expo da Dior btw.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro! Acredito! Eu expressei o meu gosto pessoal, aliás, sem visar ninguém. E quem gostar que use. Eu apesar de algumas usarem, continuo a não gostar de ver... E, no meu estilo, botas brancas não encaixam. Só isso.
      Não percebo o celeuma... :)
      Também eu, vim encantada com essa exposição!

      Eliminar
  9. Fotografias fantásticas, é a Fernanda que as tira? Se sim atrevo-me a perguntar máquina e ;

    Margarida PR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou sim :) A máquina é uma Canon, mas o "truque" está sempre na lente ;)

      Eliminar
  10. Estive em Paris há 3 dias e também não vi ninguém de botas brancas. Vi mulheres girissimas na rua, com muito bom aspecto e super bem vestidas e calçadas.

    ResponderEliminar