2 de março de 2017

Club Med Marrakeche

Marrakeche é um dos meus sítios preferidos do mundo (dos que conheço, claro) e não me importo de voltar, voltar e voltar. 
Adoro a cultura, a medina, os jardins, os souks, o cor de rosa das paredes e as mil e uma cores, a temperatura...
Hoje estiveram uns maravilhosos 30ªC!
Desta vez viemos com as duas e por isso nada melhor que ficar num Club Med.
O registo desta viagem é descanso e família e a ideia é levá-las a alguns dos pontos mais emblemáticos, ir jantar a um ou dois dos nossos restaurantes preferidos e de resto aproveitar a piscina e todas as comodidades do resort. 
As piscinas aquecidas, o mini-clube e os GOs, os camelos e os póneis, desportos que nunca mais acabam, muita animação, comida variada e deliciosa, spa e à noite as festas temáticas.
Do ponto de vista do espaço, o Club Med La Palmeraie é lindo, em cada recanto um detalhe, o verde luxuriante, apetece fotografar tudo...
Hoje já vos mostro alguns detalhes, mas o dia foi passado na piscina. 
Desejo maior da vida destas pequenas que não se calavam em ansiedade desde as 6h da manhã! :)










Fato de banho e conjunto top + saia - Maria Bianca
Sapatos - Pukatuka
com as novas coleções no Mercadito primvera-verão'17
25 Março | CCB
02 Abril | Hotel Sheraton Porto


Boa noite e até amanhã! ♥

Instagram @Feferreiravelez

14 comentários:

  1. Estou cá com uma dor de cotovelo...
    Poder viajar tanto e ainda ter coragem de levar as pequenas!

    Aproveitem!

    ResponderEliminar
  2. Abençoada criança que nao carece de aulas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhuma está na escolaridade obrigatória.

      Eliminar
  3. A Carlota ainda anda na infantil, não tem aulas com matéria :) Assim aproveitamos para viajar fora de época das férias escolares. Muito mais tranquilo e mais barato ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorte a da Fernanda, mas duvido que as férias tenham sido pagas por si...não que não tivesse dinheiro para isso, apenas porque são oferecidas...devia assinalar mesmo que em local quase não vísivel e a cor de rosa como é hábito que o post é publicidade...

      Eliminar
    2. dor de cotovelo é lixada querem tudo de mao beijada e acham que os outros tambem as tem de mao beijada, mas nao. voce sabe quantas visualizações diarias tem o blog desta senhora? sabe que para ter essas visualizações é preciso ter trabalho, quando qualquer pessoa faz aquilo que ama e faz o trabalho bem tem a devida e merecida recompensa e se nao tem é porque deve fazer o esforço de mudar de local de trabalho.invejar é facil, quero ver é a trabalhar para ter as recompensas merecidas que os outros tem.

      Eliminar
    3. Porque é que as pessoas partem logo do pressuposto que as suas ideias são as que estão correctas e os outros, portanto, mentem?
      Porque razão a viagem em causa teria obrigatoriamente de ser oferta e o que leva a Anónima a duvidar?
      Isto é uma não-questão. A Fernanda vai onde quer e quando quer. E as outras pessoas vêem visitar o site se quiserem e quando quiserem. Ponto.

      Eliminar
  4. É um sítio que quero cada vez mais conhecer! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Fotografias deveras inspiradoras. Que olho para o belo e para o sentido estético Fernanda. Parabéns. Adoro este blogue!

    ResponderEliminar
  6. Como eu adoro Marrakech! :)
    Fernanda, não deixe de visitar, assim que surgir oportunidade, Rabat.

    ResponderEliminar
  7. Em 2013, pude concretizar o sonho de conhecer Marrakech, uma viagem há muito sonhada. Como sempre, para ir muito bem preparada, meti-me a ver os comentários do Tripadvisor e Booking. Reservei tudo primeiro e só vi os comentários depois. Antes de ir para lá já não tinha vontade de ir. Trânsito caótico, que nos pediam dinheiro por tudo e por nada, que nos roubavam, enfim. Fiquei na Riad Dar Anika, muito perto de tudo. Foi o que gostei mais. Muito prestáveis - até demais, para nos sacarem boa cotação no tripadvisor e booking (até me deram um papel a pedir-me isso) - de resto, não aconteceu nada mas estive sempre cheia de medo. Um destino a não repetir :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinceramente, penso que o facto de ter medo de ser roubada, entre outras coisas é preconceito. Eu, pessoalmente, gostei bastante de Marrakech, aliás, tenciono voltar. É verdade que tentam cobrar-nos dinheiro por tudo, inclusive fotos da população. Tentam!
      Já passei por experiências "muito piores" em cidades desenvolvidas e muito bem vistas. Já me roubaram a carteira em Madrid. Já fui "enganada" em Amesterdão e acabaram por me fazer pagar 30€ de viagem entre Aeroporto - Hotel, que nem 10 min de viagem durou. Em Paris, a minha filha e o meu marido já foram barrados à entrada de um parque, porque ambos são de raça negra e a minha filha estava a usar um lenço à volta da cabeça, por causa da chuva - que foi logo alusivo a uma burca. Enquanto que todas as outras pessoas entravam livremente, o meu marido foi obrigado a mostrar a identificação dos dois e a abrir as mochilas para que pudessem ver que não transportavam nada de "estranho". Os países menos desenvolvidos foi onde me senti melhor, onde as pessoas demonstram realmente quem são e tudo é vivido calmamente e sem preocupações.
      Fernanda, uma sugestão menos turística: visitar a cidade fora da Medina. Conhecer a população, os seus hábitos, as suas carências, a realidade. Vai valer a pena!

      Eliminar
    2. Como disse anteriormente, meti-me a ler os comentários do tripadvisor e booking e entre outras coisas, li que podiamos ser roubados. Claro que, com comentários tão pouco abonatórios fiquei com receio de lá ir. Fui, mas andar sempre com medo e desconfiada não é o meu ideal de férias.
      Também já fui a todos os destinos que mencionou e mais alguns e nunca tive este tipo de receio e nem nunca me senti tão insegura como em Marrakech.

      Eliminar
  8. A fernand com duas crianças deve mesmo it a cidade fora de medina. Tenha juizo.

    ResponderEliminar