26 de setembro de 2016

Métodos contracetivos

Hoje é o dia mundial Mundial da Contraceção.
Métodos contracetivos: Assunto sério e tema sensível.
A partir de uma certa idade cada uma sabe de si, mas este é um tema que nos levanta sempre 
algumas dúvidas na hora de escolher. 
Pílula, implante, anel, dipositivo intra-uterino... São todos métodos muito eficazes, reversíveis e muitos deles podem ser utilizados por longa duração, mas qual o mais indicado para nós? 
Sabe-se que a maioria das mulheres em Portugal tomam a pílula, mas sabe-se também que nem sempre esse é o método contracetivo mais adequado ao seu estilo de vida e por vezes por desconhecimento de outros métodos disponíveis. 
Por exemplo, o adesivo transdérmico (não conhecia!), um novo método contracetivo que é um adesivo fino, transparente, redondo, com menos dose hormonal comparado a pílula. 
As hormonas são absorvidas através da pele para a corrente sanguínea com 99% de eficácia,
 a mesma da pílula, e é livre de lactose. 
É semanal, por isso mais cómodo e fácil de usar. E não é invasivo comparando com DIU ou anel. 
Uma dúvida que tinha é se podemos usar na piscina/praia ou no banho, pelo risco de descolagem.
Mas, ao que me informou o meu médico foi testado e "apresentou robustez".
Neste site contraceção.pt - um site especializado em métodos contraceptivos -
 encontram mais informação e podem tirar algumas das vossas dúvidas. 
Claro que o ideal é sempre aconselharmo-nos com o nosso médico!

Desculpem hoje passar para este tema, mas acho importante partilhar esta mensagem.

*Post escrito no âmbito da campanha de esclarecimento para os métodos contraceptivos promovida
pela Sociedade Portuguesa da Contracepção.