21 de dezembro de 2015

O pequeno-almoço

Sempre que podemos no dia a dia fazemos questão de tomar o pequeno almoço em família.
A primeira a acordar é a Minho, cheia de fome, bebe logo o leite no biberon. 
Só mais tarde acorda a Carlota.
Mas quando nos sentamos todos à mesa a Carminho não se faz nada rogada a tomar o seu segundo pequeno-almoço! :)
Come pão e como vê a irmã beber o leite pela palhinha também já aprendeu e pede igual!
O pequeno-almoço é de longe das minhas refeições preferidas - e também a mais importante do dia.
Umas vezes mais a correr, outras vezes com mais calma, mas o leite está sempre presente e é indispensável beberem assim que acordam.
Eu adoro estes momentos, as conversas, as brincadeiras, vê-las comer com gosto e o ar feliz das duas a gozar a nossa companhia e a companhia uma da outra. 
Nestas alturas olho para elas e penso na sorte que tenho de as ter na minha vida!
Mais uma daquelas coisas tão simples, que nos fazem felizes!




A cara atenta a ver a irmã beber pela palhinha :)))
A Carlota bebe Leite Mimosa Crescimento 3+
e a Carminho Mimosa Crescimento 1-3 (Foi recomendado pelo pediatra na transição do leite em pó).
Sem adição de açúcares, com teor de proteínas e nutrientes, cálcio, vitamina D e ferro 
adequados às necessidades de cada fase das crianças.

Colaboração com a Mimosa que me convidou a partilhar o pequeno-almoço 
das minhas filhas.

Instagram @Feferreiravelez


19 comentários:

  1. Tão lindinhas! A Carlota está um amor com a bandolete de orelhinhas =)

    ResponderEliminar
  2. Completamente em desacordo
    Não admira que adoeçam e tenham crises de tosse porque o leite produz muco
    Devia informar-se

    http://portugalmundial.com/2013/01/evite-o-leite-pela-sua-saude/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O leite provoca muco? Tem graça, também o pediatra dos meus manda dar leite às crianças. Será uma cabala mundial? A sério que fico louca com estes extremismos.
      Muco...!

      Eliminar
  3. é verdade. custa perceber que se estava no caminho errado, mas vale a pena pelo menos "perder" algum tempo a investigar e tirar conclusões pessoais, pela saúde dos nossos filhos. A minha filha tem 5 anos, nunca bebeu leite de vaca, é mais alta do que a média (e nós pais não somos altos). A primeira vez que teve tomou 1 antibiótico tinha 4 anos devido a uma infecção urinária... nunca teve otites, bronquiolites, etc... fica constipada uma vez por ano... passa tudo rapidamente sem ter que tomar nada. Não é melhor que as outras, apenas alguns detalhes na alimentação. Não gosto de "chatear" as pessoas com estas questões, cada um faz como acha melhor, mas como falaram no assunto, e concordo, achei que devia pelo menos partilhar a opinião e deixar a minha experiência positiva sobre o assunto. De resto, parabéns pelo blog e pela linda família que tem.

    Feliz Natal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais alta que a média? Pq não bebe leite?
      A sério que eu não sou pro vacas, pro leite, pro nada de especial.
      Mas se não confiar nos pediatras, confio em quem?

      Eliminar
    2. A minha filha quase não bebeu leite materno porque eu não tive leite. Foi para a creche aos 4 meses, passou do leite em pó para Leite de Vaca (penso que era da Nestlé), bebe leite de vaca até hoje. Conviveu com imensas crianças na creche com viroses, otites, amigdalites e afins. Tem 12 anos, tomou o seu 1º antibiótico há uns meses, devido a uma infecção urinária assintomática, que foi descoberta por acaso.
      Ah... e é de altura normalpara a idade e nem eu nem o pai somos altos.
      Detesto fundamentalismos, tanto da amamentação como de incluir ou não leite de vaca na alimentação.
      A minha filha é a excepção dessas regras todas pelos vistos.

      Eliminar
  4. A minha filha tem 4 anos, adora leite, é a maos alta da turma, raramente fica doente! Deu para perceber? O leite não tem nada a ver, simplesmente cada criança é diferente!

    ResponderEliminar
  5. Não há investigação científica de referência que aponte nesse sentido. Há escolhas pessoais - cada um fará o que entender ser melhor. Mas acredite que beber ou não leite de vaca não é sinónimo de ficar mais ou menos doente.

    ResponderEliminar
  6. Sou pediatra. Claro que há investigação com essas conclusões! E é extensa! O leite irrita as mucosas, todas as mucosas! Não é por acaso que os otorrinos informados suspendem o leite antes de encharcarem as crianças de antibióticos. E normalmente as otites desaparecem, as bronquiolites e outras que tais nunca mais voltam... A pele atópica melhora rapidamente, os intestinos funcionam maravilhosamente bem... As noites passam a ser bem dormidas!
    basta haver atenção aos sintomas e conversar com o médico sobre a toma do leite de vaca. Atenção que a maioria não está sensibilizada para estas questões da sintomatologia associada à alimentação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem hája pelo seu testemunho!!!

      Eliminar
  7. Cada um tem direito à sua opinião, é facto, e cada um fará o que entende melhor para os seus filhos. Mas é curioso como normalmente são as pessoas que defendem as alternativas ao leite de vaca que são mais extremistas e querem "vender" a su ideia a todo o custo...
    Agora há uma reflexão importante a fazer: como é que antigamente as pessoas sobreviviam sem alternativas ao leite de origem animal???!!!
    O importante é ser moderado na alimentação que damos às nossas crianças. Nem 8 nem 80 minha gente!!!
    Boas festas!

    ResponderEliminar
  8. Cada um tem direito à sua opinião, é um facto, e cada um fará o que entende melhor para os seus filhos. Mas é curioso como normalmente são as pessoas que defendem as alternativas ao leite de vaca que são mais extremistas e querem "vender" a sua ideia a todo o custo...
    Agora há uma reflexão importante a fazer: como é que antigamente as pessoas sobreviviam sem alternativas ao leite de origem animal???!!!
    O importante é ser moderado na alimentação que damos às nossas crianças. Nem 8 nem 80 minha gente!!!
    Boas festas!

    ResponderEliminar
  9. A minha tem quase 5 anos é pequenina e magrinha como a mãe, muito saudável e inteligente (esta tinha que vir), nunca tomou antibiótico porque nunca precisou (otites, bronquiolites e outras ites). E é a melhor filha do mundo! Oh... E bebe leite:-( A sério que vão começar os fundamentalismos???? Quem quiser dar leite aos filhos faz muito bem! Quem não quiser faz igualmente bem!! Sejam felizes!

    ResponderEliminar
  10. Eu adoro leite, a minha filha adora leite, e não vou começar para aqui a elogiar o seu sem fim de qualidades... Eu não passo sem leite nem ela! Doenças? Nada. Se calhar estes defensores do "não ao leite de vaca" deviam ler os estudos CIENTÍFICOS sobre a soja, e sobre os malefícios que provocam no nosso organismo, nomeadamente a nível hormonal e, consequentemente infertilidade. A indústria da soja move milhões e a campanha contra o leite foi iniciada por ela. É a velha história: vacinar ou não vacinar? Sabe o que eu acho? Há muita informação a circular, mas nem tudo é credível. Artigos de opinião não são estudos científicos devidamente comprovados. Coração de Mãe é o melhor conselheiro. O meu dá leite à filha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo: a minha filha mais velha e eu adoramos leite e comemos e bebemos produtos lácteos a diário, a mais nova e o pai não conseguem digerir o leite e não o tomam, todos felizes.

      Eliminar
  11. Antigamente o mundo também era o centro do universo,e a nossa ideia evoluiu e o conhecimento e a abertura da população a ele também. Percebo a relutância de cada mãe que aqui fala,percebo os media, claro que é importante até têm cálcio para os ossos etc.., mas será que não faz sentido pensar mais além?.. Quer dizer 2+2=4 então este "leite" não foi feito para bezerros?Este leite foi feito por uma vaca mãe apenas e só para alimentar a sua cria,o seu bezerro. Será justo fazer sofrer,fazer passar 2 criaturas inocentes e indefesas por tanto sofrimento para saborear um copo de leite que se formos haver é muito bom é isto e aquilo mas o seu principal objectivo não era a cria de quem me lê mas sim a cria da vaca que o fez.A mãe que me consegue ler também têm/teve capacidade e direito a alimentar a sua cria o que sentia se lhe retirassem o leite à força?
    Não acredito em fundamentalismos nem em mudanças abruptas,acredito sim em sair do senso comum em pensar e reflectir,em perceber os dois lados,ou 3 ou 4 de cada questão e fazer uma escolha consciente e pessoal.
    Se bebo leite da minha cadela?óbvio que não,da minha irmã?Nunca De vaca?Já não.
    Já não me alongo mais,adoro mesmo o seu blog e não condeno nem opino contra quem sempre fez o que ainda é considerado "normal" na sociedade. :) Beijinhos Bom Natal

    ResponderEliminar
  12. Bom dia, a minha filha fez agora 1 ano, tomou leite materno em alternativa com leite em pó até aos 5 meses, neste momento ainda continua com leite em pó, tem uma alimentação muitos saudável. Já teve 2 gastros, desdes pequena que me fica constipada quase todos os meses, e não anda na creche, é guardada pela avó desde que teve 1 mês e meio. E agora que me dizem a isto?
    Será que se passar ao leite de vaca melhora? :)
    Em breve irei experimentar o leite de vaca, e vou ver como ela reage, se reagir bem continuarei com o leite de vaca.
    Bem haja a todos e bom natal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL mas acha que o leite em pó vem de onde?

      Eliminar
  13. À parte das fotografias maravilhosas do pequeno almoço das pequenas e mesmo havendo tantas mães de pequenotes saudáveis (e ainda bem) não custa nada ler um pouco sobre os "beneficios" do leite de origem animal. Eu era uma super fã de leite, sempre pensei que dificilmente viveria sem aquele caneca de leite fresco pela manhã... e de facto não vivo, mas há tantas outras opções ao leite animal e tão mais saudáveis...
    E quem perguntou se a industria do leite é uma cabala mundial? SIMMMM! Sem dúvida que o é!

    ResponderEliminar