29 de abril de 2014

A primeira viagem da C - Dicas para viajar com crianças!

Chegamos das nossas férias da Páscoa e tenho tantas coisas para contar e mostrar! Volto de coração cheio. Foram tantas as experiências, tantas novidades e tantas coisas boas vividas.
Precisavamos de alguns dias de pausa num sítio de sol, a 3 (quase a 4), depois do Mercadito da Carlota - Lisboa e antes de sairmos para o Porto, onde vamos passar 2 dias entre os preparativos e o dia do Mercadito da Carlota Porto.
Na minha cabeça já tinha decidido nas últimas férias fora, que da próxima vez a gordinha tinha de vir connosco. Tive tantas saudades dela da última vez... e queria viver a cumplicidade de viajar em família, o prazer de a ver viver a experiência pela primeira vez, vê-la feliz simplesmente por estar ali connosco, a conhecer mais um bocadinho do mundo e a enriquecer o seu próprio mundo.
Não sabiamos bem o que nos esperava, mas mesmo assim arriscamos uma viagem longa - 8 horas até Salvador, Brasil. Um destino paradisíaco, um hotel perfeito para ir com crianças, um mar imenso, areia, céu azul, sol e boa comida, tudo o que pode ser a combinação perfeita para sermos felizes. E fomos! Muito. Foi o máximo, e passei a acreditar que mesmo com 2 anos e meio eles já se divertem à grande!
Por um lado tinha esperança que descomplicando, regras, horários, comida, tudo corresse bem, por outro, confesso que estava preparada para uns dias difíceis, principalmente os da viagem e os de adaptação, com algum stress e uma barriga a pedir uma pausa. Mas não. Tudo o que podia correr mal, correu pelo melhor! 
Saímos de Lisboa depois de almoço e apanhámos um voo directo para Salvador.
Parabéns querida C, portou-se TOP! Quando no aeroporto percebeu que ia finalmente entrar num avião ficou numa excitação e já não via a hora de levantar voo, "olha!" apontava para os aviões na pista, "quando vamos?" "está quase'?"
Durante a descolagem, não chorou, não sofreu dos ouvidos e de um momento para o outro adormeceu. Dormiu as primeiras 3 horas e meia de voo, e tirando os últimos 50 mins antes da aterragem em que quis sair do lugar e andar a passear pelo avião com o pai, aguentou-se sempre no seu lugar entretida.

A ida



A viagem de regresso foi ainda mais fácil, porque saímos de Salvador às 23h e a viagem foi toda feita durante a noite. Sinceramente não sei se chegou a sentir a descolagem, porque dormiu logo e 7 horas seguidas até a acordarmos, 1 hora antes, para tomar o pequeno almoço e ver a aterragem em Lisboa. Da experiência do avião vamos para sempre guardar o seu ar, entre o espantado e o indignado, enquanto olhava o céu pela janela: " Mãe, está estagado (o avião), não anda..." Só rir.

O regresso

Obrigada a todos os que nos acompanharam pelo instagram nesta viagem! 

Agora vamos às dicas práticas sobre a viagem :

- Consulte o pediatra antes do voo para se certificar que o seu filho está apto para voar até ao destino planeado. O médico pode prescrever vacinas e dar-lhe algumas dicas extras.

- Quando comprar o bilhete informe a companhia aérea que o seu filho vai viajar consigo. Peça a refeição de criança para as reservas e reforce no check in.

- Tente reservar um lugar à janela já que as crianças gostam de poder olhar lá para fora. Os pais devem ir no lugar do corredor, para os conseguirmos controlar melhor.

- Para evitar a dor nos ouvidos na descolagem e aterragem leve a chucha ou um biberão com água ou leite para ajudar a minimizar os efeitos das variações de pressão.

- Para evitar desidratação certifique-se de que o seu filho bebe líquidos suficientes.

- Se puder, seleccione um voo nocturno para que as crianças sejam capazes de manter o seu padrão de sono habitual e descansar um pouco.

- Chegue cedo. Viajar com crianças e lidar com a bagagem pode levar algum tempo. Reserve duas horas para voos europeus e 3 horas para voos intercontinentais.

- Prepare uma mochila para levar dentro do avião com tudo o que é essencial, como brinquedos, roupas, artigos de higiene, livros de histórias, livros e lápis de pintar, autocantes, gomas, bolachas, o boneco ou peluche preferido, ipad com muitos desenhos animados e aplicações de jogos.

- Leve lanches leves são sempre uma boa opção. Apesar de algumas companhias aéreas fornecerem comida para bebé, é sempre preferível levar as comidas favoritas do seu bebé.

- Biberons, fraldas e toalhetes. Nós levámos um biberon com cerelac e no avião pediamos água mineral aquecida. As tripulações estão habituadas a estes procedimentos.

- Vestir os miúdos com várias camadas de roupa que possa adaptar-se às diferenças de temperatura a bordo e no destino. Ou leve uma muda para trocar antes de sair do avião.

- Leve um kit de medicamentos, especialmente se não estiver familiarizado com o destino e para o caso de não termos uma farmácia por perto.

- Leve meias (para substituir os sapatos dentro do avião e terem os pés quentes) uma mantinha para o ar frio do ar condicionado no avião (mas normalmente as companhias aéreas disponibilizam almofada e cobertor).

- Se levar o carrinho de bebé e desejar mantê-lo até ao embarque, a companhia fará o check-gate do mesmo e colocá-lo-á no compartimento de carga para transporte. Nós não levámos porque o hotel disponibiliza o carrinho para andar lá.

- Em voos internacionais, caso a criança esteja acompanhada por apenas um dos pais, é necessário apresentar uma carta autenticada com a autorização de saída assinada pelo outro pai.

Espero que estas dicas ajudem nas vossas férias!
Mas ainda tenho TANTO para vos contar e mostrar!

O Blog da Carlota também está no FACEBOOK | INSTAGRAM | PINTEREST

20 comentários:

  1. Já viagem 2x com o meu filho para fora de Portugal e sem o meu marido e nunca precisei de ter uma autorização para viajar sozinha com ele. Desde que o pai também esteja na altura do check in bata e os patos sendo casados não é preciso! Isto dito mesmo pelas assistentes de treta.

    ResponderEliminar
  2. Acompanhei pelo Instagram e cada foto linda,e que bom que se divertiram no Brasil :)
    Ótimas dicas de viagem,quando vim do Brasil para Lisboa meu baby tinha apenas 8 meses e sofreu um pouquinho com dores no ouvido, mais logo passou.. Lindas fotos da C !!

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelas dicas fernanda. A Carlota é uma mulherzinha e comporta-se comot al.
    Agora queremos saber tudo o resto :)

    www.prontaevestida.com

    ResponderEliminar
  4. Eu fui para o Brasil, com os meus filhos nas férias do Natal, viajei sozinha com eles o meu marido foi uns dias antes. Tive que levar autorização do pai reconhecida pelos notários.
    Não deixem de viajar por ter os filhos pequenos, são experiências maravilhosas... Viajar de noite é uma excelente opção principalmente se forem voos longos. Na Tap, durante o voo os tripulantes dão divertidos brinquedos e Amenity Kits! Para os mais pequenos é oferecida uma roca de peluche e os mais velhos, recebem um saco com uma revista UP Kids, edição que lhes é especialmente dedicada, e uma lata «ecofriendly» composta por: uma venda de olhos; lápis de cor; afialápis; escova de dentes; pasta de dentes com sabor a morango e dois jogos – Mini Mind e Dominó.

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Fernanda!
    Óptimas dicas, como sempre! Mas tenho uma dúvida já há algum tempo, como fazer depois de sair do avião para ir até ao hotel, os táxis ou autocarro têm cadeirinha de bebé?
    Obrigada
    Bárbara Duarte

    ResponderEliminar
  6. Bom dia Fernanda!
    Óptimas dicas, como sempre! Mas tenho uma dúvida já há algum tempo, como fazer depois de sair do avião para ir até ao hotel, os táxis ou autocarro têm cadeirinha de bebé?
    Obrigada
    Bárbara Duarte

    ResponderEliminar
  7. Sra dona Ana Cristina
    Podia ter um pouco mais de respeito por esses assistentes da treta, como diz, porque é graças a eles que a sra pode viajar...

    ResponderEliminar
  8. Também acho que devia de haver mais respeito pela tripulação! Eles são sempre simpáticos e disponíveis... Fazem a diferença da viagem ser uma boa ou má experiência!!
    Fiz uma viagem com o meu filho, com a mesma idade da Carlota, sou divorciada e ninguém me pediu a declaração a autorizar a saída do país... trazia-a comigo! Talvez, porque fui com os meus pais e irmão... em todo o caso, achei fácil sair do país com uma criança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como disse aqui no post de cima não quis dizer treta mas sim terra.

      Eliminar
  9. Também acho que devemos respeitar as pessoas que estão a exercer a sua função, válida como qualquer outra, e que podem fazer a diferença entre a viagem ser ou não uma boa experiência!!
    Sou divorciada e fiz a primeira viagem com o meu filho, com a mesma idade da Carlota, correu lindamente! No entanto, ninguém me pediu a autorização para sair do país... achei que a saída do país com uma criança era muito fácil! Estava acompanhada pelos meus pais e irmão, Julgo que devem ter associado o tio como pai.
    .. em todo o caso... Os nomes diferem! Foi na EasyJet...

    ResponderEliminar
  10. Obrigada Fernanda!
    Vai ser muito útil na 1ª viagem da Baby M que está muito próxima! :)
    http://blogdababym.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. eu acho que são erros de escrita automática ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo menos alguém que percebeu que foi erro de escrita automática!

      Eliminar
  12. Podemos viajar sem autorização do marido se viajarmos na Europa. Se for para fora da Europa, temos que ter autorização!

    Agora vamos ao que interessa... Já estive em Salvador mas ainda não tinha filhos. Gostei imenso! E já ouvi dizer que o hotel é TOP para as crianças! Desejosa de fazer umas férias familiares de praia nos trópicos!!

    RBF

    ResponderEliminar
  13. Nota-se a felicidade da princesinha C!
    Ainda bem que correu tudo bem!
    Obrigada pela partilha de dicas!
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  14. Obrigada pelas dicas :)
    A minha filhota tem 32 meses e vai fazer a primeira viagem de avião dela daqui a 1 mês, espero que tudo corra tão bem como correu consigo.

    ResponderEliminar
  15. Maravilhoso, logo vi que ia ser espetacular. A descrição do comportamento da C a bordo coincide em tudo com a do meu filhote aquando da nossa primeira viagem (ele tinha a mesma idade da C). Super entusiasmo e depois de uns minutos, plof , dormir até aterrar! São momentos destes que nos tornam verdadeiramente mais ricos! A repetir sem dúvida nenhuma! Bjinhos

    ResponderEliminar
  16. Olá Fernanda, muito obrigada por ajudarem a provar que viajar com crianças pode ser fácil e divertido! Os meus filhos viajaram pela primeira vez de avião com apenas 5 meses e nunca mais parámos :-) Encaro estes momentos em família, de grande cumplicidade e descontração, como um investimento...e sim, eles aprendem e enriquecem tremendamente nestas descobertas pelo mundo. Boas dicas! www.viajaremfamilia.com

    ResponderEliminar
  17. Os meus pais sempre viajaram pelo menos uma semana por ano sozinhos, e depois mais 15 dias connosco. Sempre escolheram destinos pertinho quando nos iamos e para eles mais longe como o Brasil, Cuba, Australia... Sinceramente agradeco que tenha sido assim, porque acho que vou aproveitar mais agora quando sair com o meu namorado (já o vou fazendo) mas também acho que os tempos eram diferentes e agora há mais condições para as crianças nos hoteis, restaurantes, etc.

    A Carlota esta cada vez mais bonita e a Fernanda super elegante com uma barriga linda :)

    ResponderEliminar
  18. A minha filha também viaja connosco desde os 2 anos. Correu sempre lindamente, nomeadamente para destinos que implicavam horas de voo consideráveis. E também adormecia logo que era uma maravilha.

    ResponderEliminar