28 de fevereiro de 2013

Knot, knot....Quem é?

Para a semana eu e a C vamos a um sitio especial e claro, queremos ir bonitas :)
Problema: a gordinha cresceu imenso e a roupa de inverno já está toda a "fugir à polícia", como diz a avó A. 
Por isso, lá fui às compras à Knot, que felizmente, foi das primeiras marcas nacionais a ter a nova coleção nas lojas.
Confesso que fui um bocadinho a pensar que, se calhar já ia encontrar roupa demasiado clara ou demasiado fresca para esta altura... Mas, não! Encontrei dois kits perfeitos para esta meia-estação, que se está a revelar tão frrrriiiiia.
As minhas escolhas foram este vestido em tartan azul com tapa fraldas igual e umas jardineiras de ganga que também já experimentei na C e juro, fica a coisa mais queridaaaaa! Pela primeira vez a usar ganga! Desejosa de vos mostrar esse segundo kit que vai usar já no fim de semana.
Voltando ao vestido para a ocasião especial, quando o mostrei à minha mãe fiquei a saber que em miúda tive um muito parecido. Gostei de saber. Sem dúvida o estilo clássico (renovado) é o que prefiro vestir à C. Adoro o detalhe da gola e a renda delicada na bainha.

Hoje de manhã foi assim.





Para complementar, vai usar collants brancos canelados, um casaco de malha azul escuro (também knot, coleção passada) com umas merceditas azuis escuras, que ainda me falta comprar!

*
Espero que gostem, porque há outro "detalhe"! 
Para comemorar o 1º aniversário do blog, o Blog da Carlota e a knot têm para oferecer um vestido igual ou, no caso dos rapazes, uma peça de igual valor.
*
Para ganharem, só têm de fazer like nas duas páginas, aqui e aqui e escrever
 uma frase original e emotiva que descreva um momento especial e feliz com o(s) vosso(s) filho(s).
Ganha a melhor frase!
Este passatempo termina dia 8 Março.


*A Knot vai estar presente com muitas surpresas no Mercadito da Carlota, no dia 17 de Março!


56 comentários:

  1. Há dias em que acordo já sem vontade de acordar mas basta um som, o do respirar da minha princesa, para o meu dia alegrar!

    ResponderEliminar
  2. Nos momentos de mimos com a Maria, a minha filha do meio, em que a sento ao meu colo e lhe dou mil mimos e ela a mim, ela encosta a cabeça ao meu peito e diz sempre "Mãe, gosto tanto de estar encostadinha a ti. De sentir o meu coração aqui juntinho ao teu como quando estava dentro da barriga da mãe. Es a melhor mãe do mundo". <3

    ResponderEliminar
  3. É tão bom chegar ao infantário e ser recebida com um grande xi-ão (abraço) e ouvir: vamos para casa :)

    ResponderEliminar
  4. Um dos melhores momentos é acordar ao fim de semana e ouvir a minha filha de 3 anos a dizer, bom dia mamã, podemos ficar na preguiça??

    ResponderEliminar
  5. A Carlota vai sentir imenso orgulho em si quando um dia vir todas estas fotos, e alguns dos posts que escreve.

    ResponderEliminar
  6. Eu tenho 2 filhos uma menina (S) com 2 anos e um menino (M) com 11 meses.
    Há uns dias estava no meu quarto e o M estava no berço sempre a palrar, eu estava com a S na minha cama e estávamos a brincar as duas quando de repente a minha filha se vira para mim e me diz: "Ó mãe o mano fala muito!" fiquei muito séria a olhar para ela e respondi-lhe: "Pois fala filha, nós é que não o entendemos", foi um momento muito engraçado e que eu não esperava.

    ResponderEliminar
  7. Momentos especiais e felizes... são tantos e todos os dias!!! Desde do dia que a Benedita nasceu, que foi a melhor sensação da minha vida e um momento lindo que AMEI (tive a sorte de ter um parto normal, sem dores e rápido) até hoje, agora com 6 meses. Mas destaco o sorriso lindo e expressivo que tem todos os dias, sempre bem disposta que faz com que as noites mal dormidas sejam esquecidas e que as manhãs sejam sempre de alegria e boa disposição!

    Agora sobre o post, o vestido é lindo e a Carlota como sempre está apetitosa!
    Também estou morta por ir às compras para a Benedita (que muitas vou guardar para fazer no mercadito ;)).
    E achei giro o promenor do "fugir à policia" (a minha mãe tb usa essa expressão) e o "primeira vez a usar ganga", a Benedita tb nunca vestiu e acho que só o vai fazer quando já for assim mais ou menos da idade e tamanho da Carlota.

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Ainda pequena para palavras, é com o olhar rasgado pelo sorriso nos lábios de quem sabe o que aí vem, que a Inês recebe os meus braços pela manhã para o primeiro carinho do dia… O meu coração, esse, retribui cada olhar seu com aquele amor que não tem palavras!

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Adoro quando chego do trabalho, exausto, e a Maria (14 meses) se senta ao meu lado no sofá, passa as mãos no meu rosto e encosta a sua cabeça no meu peito... Fico com as energias renovadas!

    ResponderEliminar
  11. Momentos especiais com a C. há todos dias mas quando ela vem me dar aquele beijinho carinhoso de manhã, e o abraço emocionante e sussurra, " Bom dia mãe mais linda", é o melhor do mundo ;)

    ResponderEliminar
  12. Todos os dias ao acordar repete-se um momento mágico...quando olho para a filhota o tempo pára e o coração esquece-se de bater e falha um compasso... aí ela sorri e o Mundo volta a girar... É indiscritível o sentimento de felicidade que sinto e a felicidade genuína que ela me transmite ao ver que vamos passar mais um dia juntas ;)

    ResponderEliminar
  13. O melhor momento que tenho com a minha filha é quando ela adormece nos meus braços, sinto-a consolada e sinto-me protectora e vejo que ser a mãe dela é o melhor da vida.

    ResponderEliminar
  14. Eu não tenho dúvidas um dos melhores momentos da minha vida foi quando a minha filha nasceu. Foi como se uma estrela cadente de mim saísse e iluminasse por completo a minha vida. O sorriso da minha filha faz-me bem e traz-me vontade de viver, sem ela não sei se conseguiria ultrapassar os dias maus em que a escuridão e o vazio se instalam devido a eu ser bipolar. Basta ela olhar para mim, tocar-me, eu sentir o cheiro dela para me sentir viva e amada. Ela é o meu anjo e mesmo com as birras todos os momentos são especiais e únicos, tento aproveitar cada um deles ao máximo porque não sei o que dia de amanhã trará mas anseio sempre pelo melhor.



    -----------

    A sua C. está linda Fernanda. Sempre tão amorosa, alegre e fofinha! Parabéns, está a criar uma menina super harmoniosa e bem disposta.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Sou uma ABENÇOADA:
    Não há um momento,
    Mas muitos momentos!
    Todos eles únicos e especiais!
    Desde que sou MÃE,
    não de 1, nem de 2,
    mas de 3 rebentos!

    ResponderEliminar
  16. Tenho uma filhota bem amorosa e carinhosa (e reguila também), pelo que momentos especiais fazem parte do nosso dia a dia.
    No entanto existe um momento que se sobrepõe, e que me faz sentir a mulher mais feliz do mundo. Esse momento é quando a M está a mamar!
    Ela aninha-se bem, olha-me bem nos olhos, faz-me festinhas nas costas, e a mão de cima fica apoiada no meu peito. Como se não basta-se, para momentaneamente de mamar, delicia-me com um sorriso de orelha a orelha, e depois volta a mamar. Não existem palavras capazes de descrever esses momentos.
    Momentos como este fazem-me esquecer tudo o que passamos: a gravidez de risco, o parto prematuro, a dificuldades em implementar a amamentação, a imensas doenças q a M tem apanhado, os dias infinitos no hospital, os internamentos, e a não renovação do meu contracto por faltar demasiado por causa da M… Esse momento é apenas nosso, e tudo o resto se evapora.
    Amamentar é alimentar com amor, e só posso estar agradecida por poder ter tido tanta sorte!

    ResponderEliminar
  17. Vou participar de certeza, mas agora deixo uma dica para um post sobre um assunto com que me ando a debater: o cabelo dos bebés! A minha filhota tem 14 meses e a sua linda melena está a ficar muito farfalhuda. A questão de cortar o cabelo ou não persegue-me. Seria a primeira vez e quase um ritual de passagem. A sua bebé parece ter uma farta cabeleira também, como mantém o aprumo no penteado? Dicas ou sugestões creio que dariam um post engraçado e muito útil. Beijinhos para as duas, mãe e filha, adoro o vosso blog.

    ResponderEliminar
  18. Vou participar de certeza, mas agora deixo uma dica para um post sobre um assunto com que me ando a debater: o cabelo dos bebés! A minha filhota tem 14 meses e a sua linda melena está a ficar muito farfalhuda. A questão de cortar o cabelo ou não persegue-me. Seria a primeira vez e quase um ritual de passagem. A sua bebé parece ter uma farta cabeleira também, como mantém o aprumo no penteado? Dicas ou sugestões creio que dariam um post engraçado e muito útil. Beijinhos para as duas, mãe e filha, adoro o vosso blog.

    ResponderEliminar
  19. Desde que a Maria Leonor nasceu há 8 meses que todos os dias são particularmente felizes e especiais, pelo que eleger "o momento" não é tarefa fácil...o 1º dia, a 1ª amamentação, o 1º banho, o 1º biberão, o 1º sorriso, a 1º vez que festejou o aniversário da mãe e do pai, o 1º Natal, o 1º dente, a 1ª "gracinha" e tudo o que vamos escrevendo nas páginas da sua ainda pequenina história preenche-nos o coração. Mas "o momento" por mim elegido para este passatempo é o dia do seu baptizado, não só por ser uma página importante na sua vida, mas porque "herdou" o nome da sua avó (minha mãe) no dia em que esta completou 80 anos...muita emoção num só dia!
    Ana Pádua (ana31padua@gmail.com)

    ResponderEliminar
  20. É o abraço...o abraço quando chora, o abraço quando ri, o abraço quando pede colo, o abraço quando quer dormir, quando faz uma traquinice e quando vem a correr de felicidade...há coisa melhor!

    ResponderEliminar
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  22. São tantos momentos lindos que tenho com os meus tesouros ‚mas a uma frase que achei muito querida do meu principe de5 anos "Mãe gosto de mim a 100% e de ti a milhoes %.

    ResponderEliminar
  23. Há um momento mágico... dos mais especiais que pode haver... o momento em que um filho nos diz pela primeira vez: "-mamã goto de ti!"
    Espero ansiosamente que volte a acontecer, desta vez pela minha princesa!!

    ResponderEliminar
  24. Bom dia,

    antes de tentar a minha sorte para ganhar o vestidinho (lindo) da Knot (já fiz os 2 likes), quero partilhar consigo que adoro o seu blog. Fiel seguidora de onde tiro muitas ideias e sugestões. Parabéns, é inspirador. E a baby C. é linda.....

    Agora sobre "o momento", quando li o desafio do Blog da Carlota / Knot lembrei-me logo de um post que escrevi no meu blog (privado)no dia 15/10/2012. (Hoje a S já tem 15 meses e continuo a sentir, todos os dias, a mesma coisa):

    "Os minutos preferidos do meu dia

    De todos os meus dias, sem excepção, é quando vou ao teu quarto de manhã e tu, acabadinha de acordar, dás-me logo um enorme sorriso. Eu sorrio para ti e digo-te "Bom dia, minha alegria". Sempre.

    Já estás de pé, agarrada às grades da cama, e quando abro a janela fechas os olhitos, por causa da luz, mas não deixas de rir, num crescendo de boa disposição.

    Todos os dias, todos sem excepção, fico com o coração quentinho quando entro no teu quarto. Nessa altura do dia, que é a minha preferida.... "

    Um bom fim-de-semana, com muitas brincadeiras e mimos.

    Catarina Ribeiro da Silva

    ResponderEliminar
  25. Antoine de Saint-Exupéry disse: "O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem"; assim são os meus dias... em todos os momentos da tua vida, quanto mais te dou mais recebo.

    Um beijinho para si e para a sua Carlota.

    Rita Filipe

    ResponderEliminar
  26. A minha experiência de mamã tem muito pouco tempo... o Tomás tem apenas 3 meses, mas parece que, agora que o tenho comigo, sempre fez parte da minha vida... Estive 29 anos à espera do amor da minha vida... Se soubesse como o seu sorriso pela manhã acaba com todo o cansaço e derrete o meu coração, já tinha "mandado vir esta encomenda" mais cedo...
    Daí que não consigo isolar um só momento, porque tenho adorado cada momento e porque ainda faltam viver tantos outros com ele...
    Adoro quando estamos na mesa e ele na sua cadeirinha e me segue com os olhos onde quer que eu vá!!
    Adoro quando os seu olhos ficam bebedos de sono quando está a mamar!!
    Adoro quando lhe estou a mudar a fralda e lá vem um xixi para cima da mamã e nos fartamos de rir!!
    Adoro o seu cheirinho depois de um banhinho que o papá dá!!
    Adoro os seus cabelos despenteados quando acorda!!
    Simplesmente ADORO-O e começo a ficar com o coração apertado em pensar que faltam 2 meses para regressar ao trabalho...

    Muitos parabéns pelo blog e pela filhota linda :)

    ResponderEliminar
  27. Um dos momentos mais encantadores com um dos filhotes foi precisamente no dia do pai, quando eu e o filhote, vestidos de igual, recebemos das mãos da mãe um presente feito por ela. Uma ilustração onde se nota perfeitamente a cumplicidade entre os dois, carregada de palavras que o filhote usava para chamar o papá.
    O filhote adorou tal como eu, mas ficamos algo espantados quando ele próprio reconheceu quem eram. Na altura tinha 20 meses.
    O meu pai tinha morrido precisamente há um ano e foi nesse momento que eu percebi que esta cumplicidade com o meu filho era a mesma que o meu pai tinha tido comigo.
    Foi um momento para sempre recordar e que está registado em fotografia aqui http://piluskita.blogspot.pt/2010/03/dia-do-pai.html?m=0.

    ResponderEliminar
  28. "Com a minha gravidez ainda a decorrer, posso garantir que todos os momentos são especiais, mas só uma futura mãe sabe como é sentir os primeiros movimentos do seu bébé. É uma perceção enorme em como carregamos o milagre maior da vida, gerar uma criança. Um misto de responsabilidade e felicidade sem fim."

    ResponderEliminar
  29. Numa manhã de trabalho, cheio de sono a beber o leitinho na cama dos papás, e quando depois de me vestir olhei ao espelho, o Afonso, o meu filho de 26 meses, disse-me: "uau mamã" com o sorriso mais lindo do mundo. Durante todo o dia senti-me super feliz.

    ResponderEliminar
  30. Pelas 8:00 am, de dia 17 de Janeiro, descobri o que era aquilo que tanta gente falava...o amor incondicional! Depois de 40 semanas de reboliço de uma barriga que parecia mexer sozinha, descobri um rosto, um olhar, uma forma de respirar única. Em segundos percebi porque é que os filhos são sempre maravilhosos aos olhos da mãe (e que medo que eu tinha de isto não ser verdade). Agora já recebi o primeiro olhar, o primeiro sorriso, o primeiro som emitido...e estou pronta para continuar a receber e partilhar as minhas duvidas de mãe e os meus conhecimentos de pessoa.

    Parabéns pelo blog! Parabéns à knot pelo design e qualidade de materiais! O H.M. teve todo o enxoval da Knot, por isso ouvi tantos elogios na maternidade e das visitas (até hoje...) ;)

    ResponderEliminar
  31. Tenho um Francisco de um ano e meio... Há mais ou menos um ano atrás regressei ao trabalho após a licença e as férias e foi uma fase difícil! Lembro-me de um dia chegar a casa e estar com o Francisco ao colo e lhe dizer "meu amor, a mãe está tão cansada e tão triste" e ele pequenino fez-me uma festinha e encostou a carinha na minha... Foi um momento lindo que guardo até hoje e que salvou o meu dia!

    ResponderEliminar
  32. Todos os dias depois do sol pôr, três mosqueteiros juntam-se num "faz de conta que estamos na casa da árvore"! E nessa sala do pequeno T2 há risos, surpresas, abraços, beijinhos, histórias, música... muita música! Brinquedos das lojas, "brinquedos" dos armários... de vez em quando uma super queda que faz dói-dói (e é verdade que a mim também dói!)...
    E estes dez minutos são os melhores dessas 24 horas que o dia tem; dez minutos em família: o José, a mãe e o pai! :)

    ResponderEliminar
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  35. Pode parecer algo banal, mas todas as manhãs o acordar é para mim um momento especial, pois é nessa altura que, após algumas horas de “separação” ditada pelo sono, torno a encontrar o olhar doce e o sorriso malandro do meu filho, e isso é, sem dúvida alguma, algo que me deixa muito feliz e cheia de energia para começar um novo dia!

    Seguidora: Maria Cunha

    ResponderEliminar
  36. 1 ano de vida da minha filha foi o "MOMENTO" , entre família , amigos e um bolo lindo , foi um dia muito especial para mim , o olhar cúmplice que trocámos antes de soprar a vela por ela, ficará para sempre ...
    Ana Santos

    ResponderEliminar
  37. O Grande "Momento" foi quando a Médica na 1ª ecografia mostra: - Está a ver esta luzinha a piscar? É o coração do bébé, esperem lá...está a aqui mais qualquer coisa...são dois, duas luzinhas, dois corações!!!Tantas emoções, tantos planos, tantos medos...mas já passaram dois anos maravilhosos! Obrigada ao meu Lindo Príncipe R e à Minha Linda Princesa M!!!

    ResponderEliminar
  38. Há uns dias atras, estava eu em frente ao espelho ainda meia ensonada, a pensar em como estava cheia de olheiras, com aspecto amarelado...estava mesmo desanimada...
    Entra a B* no quarto e mto espontanea sorri para mim e diz-me:"Ah mãe que pinxexa!"
    Esta frase foi remedio santo para me deixar de desanimos e sentir-me a mãe mais maravilhosa e afortunada do Mundo!
    So os nossos filhos têm esta magia de transformar cada minuto das nossas vidas num verdadeiro arco iris :)

    ResponderEliminar
  39. Mais do que apenas uma frase, deixo uma partilha. Os meus gémeos nasceram inesperadamente ás 33 semanas, com 2kg cada um. Não havia uma única peca de enxoval que lhes servisse, e entrei em pânico pois não tinha o que lhes vestir. No seu terceiro dia de vida, a minha mãe levou-me para o hospital, dois babygrows ás pintinhas, um de cada cor, e foi com eles que vieram para casa! A knot foi a primeira marca a vestir os meus filhos com uma roupa ao tamanho deles!

    ResponderEliminar
  40. Quando a nossa realização passa pelo deslumbramento de olhares indescritíveis e pela admiração de sorrisos inimitáveis é perfeitamente normal que não pensemos nem desejemos MAIS NADA ♥ LS

    Escrevi esta frase depois de admirar vezes sem conta uma fotografia da Maria. Se pudesse ilustrava a frase com a dita foto. E é isto que sinto a cada minuto da minha vida.

    ResponderEliminar
  41. Momentos especiais? São muitos...

    Dou o máximo de mim para para passar o mais tempo possível com a minha filhota. Corro do trabalho para o Jardim de Infância. Ela é o meu porto de abrigo nos momentos em que saio menos bem (exausta e muitas vezes mesmo esgotada do trabalho. E porque nem todos os dias estamos bem supreende-me a sensibilidade que tem: "Mãe.. estás triste? Vou dar um abraço para "dar-te" alegria." Como passamos muito tempo a duas acho mesmo que me percebe só de me olhar...surpreende-me aquela cabecinha de 4 aninhos!

    Adoro-te Margarida...flor da minha vida!

    ResponderEliminar
  42. Há 35 semanas que todos os momentos são especiais... porque são só nossos e não temos de os partilhar com mais ninguém. Sentimento egoísta este que me faz sorrir cada vez que vejo a barriga a ganhar formas como se tivesse vontade própria! É a tua vontade e a minha alegria em momentos que ainda nem acabaram mas dos quais já morro de saudades!
    PS- A baby C está uma verdadeira boneca com o vestidinho!

    ResponderEliminar
  43. Não há nada mais gratificante do que um sorriso de um filho! Quando ao acordar a minha filha me esboça um sorriso rasgado sou a mais feliz das mulheres. O sorriso de um filho é o maior tesouro da vida!

    ResponderEliminar
  44. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  45. Nunca acordar de manhã cedo, ainda de madrugada, foi tão bom.... Pareço uma criança ansiosa pela manhã seguinte...para voltar a acordar e receber este sorriso maravilhoso, completamente rasgado, que a minha Maria Inês, de apenas 2 meses, me oferece logo pela manhã ao ouvir o meu "Bom dia bonecaaa!" É indescritível... jamais nesta frase poderei descrever o carinho, o afecto, a protecção, a alegria, a felicidade que sinto.... adoro ser mamã cada vez mais... a cada minuto, a cada segundo... o meu coração não tem limites para este amor!!!!

    ResponderEliminar
  46. É difícil escolher apenas um momento especial e feliz... Podia escolher os minutos em que contemplo a minha filha a dormir, ou os momentos em que me delicio com a sua capacidade de manter a pureza na borda do olhar. Mas vou escolher as férias, em que estamos sempre juntas. Porque uma coisa é estar habituada a dar-lhe um abraço de manhã e só voltar a fazê-lo ao final do dia, outra coisa é tê-la a toda a hora. Abraços, beijos, sorrisos, gargalhadas e as pequenas conquistas de quem ainda tem tudo para aprender! Saudades. :-)

    ResponderEliminar
  47. Sou grata pelo privilégio de ter gerado a M.,que, para mim, é perfeita em tudo...
    Momento especial? Todos os que nos fazem sorrir juntas!

    ResponderEliminar
  48. A minha filha estava comigo a ver este desafio e diz-me assim: "Mãe quero ser uma princeza como a menina da tugrafia!" Fartei-me de rir é sinal que ela também gostou do vestido!

    ResponderEliminar
  49. Muitas vezes quando brincamos juntas, facilmente esqueço-me da minha idade e em vez de sermos mãe/filha somos duas crianças felizes. :D

    ResponderEliminar
  50. Quando ouvi... Temos uma guerreira, não precisa de ir para a incubadora!!! A minha princesa nasceu com 1,80kg e 41cm e hoje é uma princesa linda q todos os dias me prova que continua a ser uma guerreira... Todos os momentos são especiais e únicos!!! Somos duas crianças felizes, sempre a fazer traquinices e a dar cabo da cabeça ao pai... :-) O que ela mais gosta é de ver fotografias e filmes dela!!! Passa horas nisto!!! Quando lhe perguntamos onde está a bonita, ela aponta para a cabecita dela!!! É muito bonita a minha Princesa...

    ResponderEliminar
  51. Os momentos especiais acontecem todos os dias... Quando ouço as gargalhadas da minha filha, Quando sinto o cheiro com que ela acorda, um cheiro quente que enternece. Quando sinto o peso do corpo dela encostado ao meu, com os seus braços pequeninos e tenros em redor do meu pescoço. Quando disfruto da cumplicidade infinita que nos une. Quando fecho os olhos e sorrio, ao pensar que não existe felicidade maior!

    ResponderEliminar
  52. O Amor de um filho é o sentimento mais puro, mais nobre e profundo que existe...a vida ensina-nos a AMAR, de todas as formas possíveis, mas ninguém ensina um filho a olhar para a MÃE logo quando acaba de nascer mesmo sem conseguir ver nada, sentindo-a e conhecendo-a pelo cheiro,pela voz, pelo toque, foi assim quando nasceu o meu primeiro filho o M.. foi uma explosão e mistura de tantos sentimentos que nunca tinha sentido até então e pensei NUNCA VOU CONSEGUIR AMAR ASSIM MAIS NINGUÉM, anos depois senti tudo novamente com a M...o AMOR dos meus filhos é tão bom, só eles fazem com que a vida seja mais fácil de suportar. Todos os dias são tão diferentes e bonitos, mas sem dúvida o dia em que nasceram foi o dia mais especial para mim( mesmo sentindo o corte da tesoura, continuamos ligados pelo cordão umbilical).

    ResponderEliminar
  53. O nascimento da C. foi sem dúvida um dos momento mais felizes que vivi. Sempre sonhei ser mãe, nunca pensei é que ser mãe da C. fosse isto, um amor imenso, um amor que mal cabe no peito, uma vontade infinita de a amar, de a ver crescer e fazer feliz. Já lá vão 6 anos, 6 anos de nós, 6 anos de C., 6 anos de felicidade!!
    Perdemo-nos a olhar para ela, e o nosso coração fica cheio, cheio de orgulho, de emoçao, de felicidade, de um amor que é cada vez maior (não sei onde é que vai parar)!.
    Vê-la crescer é sem dúvida o que me faz feliz, e agora que anda na primária e as novidades são diárias é uma emoção e uma alegria muito grande, todos os dias coisas novas, ou porque não quer ir para a praia porque a professora disse que havia vulcões, ou mamã já sei uma palavra começada por o "otocolante" :), é tão engraçado!
    Muito mais havia para dizer, mas basta olhar para ela para percebermos como é FANTÁSTICA! É única e especial (é nossa), e isso deixa-nos maravilhados.

    ResponderEliminar
  54. Estive a pensar no que escrever…
    Faço o floreado como sempre idealizamos ou simplesmente abro o meu coração?
    Vou optar pela última. Sempre tive o desejo de viver a experiência de vir a ser mãe até que fui com 22 anos… antecipei-me um pouco, pois não tinha e ainda estou longe de ter a minha vida estruturada como devia. De uma história de amor cheia de altos e baixos nasceu um lindo bebézinho.
    A minha vida alterou-se por completo como qualquer mãe tem a necessidade de mudar. Estabeleci prioridades e ambiciono objectivos de vida essenciais para o bem estar do meu bebé. Não está fácil. Não de todo. Tem dias que apetece chorar. Dias atribulados que só magoam o nosso coração. Parece que fico sem forças para continuar. Mas quando adormeço o pequeno, observo silenciosamente a sua cara de anjinho, ele não se apercebe o que se passa neste mundo… ele depende somente de mim! E é aí que rapidamente ganho energias e um grande sorriso de vontade de viver e de lutar! Afinal de contas já tenho o tesouro mais precioso!
    Não sei com quem estarei e com quem contarei amanhã, mas sei que quem estará sempre comigo, aconteça o que acontecer, é ele, o meu filho!

    ResponderEliminar